• Nina Fernández

Silvinha, a pioneira do Espelho

Atualizado: Fev 4

Na beira do rio a cinco passos do mar.

É assim o simples e acolhedor restaurante da Silvinha.

Paulista que há 25 anos se instalou na praia do Espelho, depois de uma viagem à Índia. Naquela época com a praia ainda virgem, ela foi uma das pioneiras na região.

.

Silvinha tem apenas 4 mesas no restaurante, não cozinha aos domingos, só trabalha com reserva - e o horário da reserva é o horário que sua comida será servida.

Não esqueça essa informação, se não leva bronca como eu.



O cardápio e o valor são fixos há anos, volta e meia ela muda alguma coisa porque teve vontade. O preço é R$ 150,00 por pessoa (sem bebidas) e pode ser pago em dinheiro ou transferência.


Peixe ensopada em molho de shoyo com laranja (ou abacaxi, leite de coco e capim santo) acompanhado de arroz integral com cardamomo, lentilhas, purê de banana, legumes grelhados e chutneys de manga, abacaxi e maracujá.

E claro, a pimenta da casa.



Enquanto você espera sua mesa vagar o melhor é ficar sentado nas espreguiçadeiras do jardim, tomando um drink 🍸 e comendo o bolinho de arroz com especiarias.

Se você não quiser drinks, pode levar seu vinho, ela não cobra rolha.

Mas leve também seu gelo, ela empresta o balde.



Não tenha pressa, tudo por lá é feito por uma pequena equipe e tem seu tempo. Mas o tempo da Bahia é lindo.

.

No final da sua refeição é servido um café coada com canela e cardamomo e um potinho de kalakand, um doce indiano que é a base de leite, açúcar e manteiga. Lembra muito o nosso leite condensado, mas com uma textura mais aerada.


Curta a paisagem, converse com os outros clientes, contemple seus privilégios e saboreie cada garfada dessa comida impecável, cheia de afeto, história e amor.

Tinha tempo, muito tempo, que eu não fazia uma refeição tão linda e saborosa.


OBS: Em nossos papos com a Silvinha soubemos que, após o carnaval de 2021, ela fechará as portas do restaurante e se dedicará apenas ao artesanato. Paixão que descobriu e aperfeiçoou ao longo dos anos.


A filha dela comanda o restaurante ao lado, um japonês chamado Sushi da Mel, que usa apenas peixes e frutos do mar da região. Não tive a chance de conhecer, mas na falta da Silvinha, minha próxima ida ao Espelho terá ela como destino.

.

Axé e Namastê – que combinação peculiar e tão perfeita.


Fotos: Acervo pessoal

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo